Neste Blog, o Dr. Paulo Branco irá publicar matérias sobre as suas especialidades, além de responder duvidas e interagir com seus leitores e pacientes.
Fique sempre atualizado para saber das melhores e mais inovadoras técnicas para desenvolver seu bem estar e qualidade de vida.
Envie suas dúvidas e perguntas para: paulobranco@terra.com.br


Algumas amigas e pacientes do Dr. Paulo Branco que inspiraram ele a fazer esse Blog.

sábado, 9 de agosto de 2014

HPV anal, duvidas internautas, 2013.

HPV anal, duvidas dos internautas para o proctologista?
Dúvidas: Nos envie a sua.
whtsApp: 995204135 / 987164052
e-mail: paulobranco@terra.com.br

Clinicas:
- Proctologista no bairro da Lapa, São Paulo:
 Fixo: 11-36728943
Móvel: 11 - 986663281

Mônica



















-Proctologista no bairro da Vila Nova Conceição, São Paulo:
 Fixo: 11-38467973


Fatima

















- Proctologista no centro de  São Paulo, na praça da Republica:
 Fixo: 11-3331-7016

Renata

















Comentário: Dr. Paulo Branco
O aspecto mais importante a ser compreendido, e que o HPV é uma doença sexualmente transmissível ( DST ), de evolução crônica, causadora de alguns tipos de câncer, e prevenida pelo uso regular do preservativo nas relações sexuais, principalmente nas relações iniciais e de risco. 

Você poderá nos enviar as suas dúvidas, como o paciente inicial, então vamos lá?


Paciente inicial: Doutor, Fui tratado de HPV, e não consegui tirar as duvidas abaixo com o meu medico, o senhor poderia me responder?
-Qual a faixa etária mais atingida?
Resposta: Nos últimos anos a faixa de idade mas acometida foram os adultos jovens com idade entre os 20 e 24 anos, período em que a atividade sexual e maior.
-Como o vírus penetra no organismo?
Resposta: Esse vírus precisará encontrar uma abertura na pele e através desta chegará a sua camada mas profunda descrita como basal onde se instalará dentro destas células comandando o seu DNA a espera de uma oportunidade para se multiplicar. Essas células se multiplicam, até a superfície, onde iram formar as verrugas.


-Como se multiplica?
Resposta: Quando houver uma multiplicação das células da camada basal os vírus se multiplicam também chegando até a superfície da pele formando o que em medicina de chama de apudoma que no caso serão as verrugas.

-Uma vez no meu organismo eu sempre terei a doença?
Resposta: Se não ocorrer a replicação ou multiplicação, o vírus permanecerá no organismo inofensivo ou latente e portanto sem causar as verrugas.

-Quanto tempo levara para o aparecimento das verrugas?
Resposta: A fase de incubação poderá demorar de 4 a 8 semanas até 6 a 7 meses e o seu aparecimento tem uma relação direta com a resistência imunológica dos pacientes. Em alguns pacientes poderá levar anos para se manifestar.

- Quais exames serão importantes eu fazer apos a retirada das verrugas?
Resposta: Os exames são o clinico, peniscopia, anuscopia ampliada e a  colposcopia anal de Alta resolução.

1-       Quais as indicações da anuscopia de alta-resolução?
Resposta: Prurido ou coceira anal crônica, imunodeprimidos, portadores do vírus HIV, homossexuais do sexo masculino e para o controle de pacientes que retiraram cirurgicamente as verrugas.

2-       Todos os pacientes infectados formarão as verrugas?
Resposta: Não. A forma mas frequente ou comum de manifestação do vírus é a subclínica ou assintomática na qual o vírus habita a camada mas profunda da pele não formando as verrugas que acomete 10% dos pacientes infectados.
Comentário: Aqui reside o grande problema. Você poderá está correndo risco com aquele Deus grego ou aquela princesa, portadores do HPV, então até conhecer melhor use a camisinha.



3-       Em que tipo de relação sexual é mas frequente?
São mas frequentes na relação anal passiva, onde a solução de continuidade criada na pele pelo atrito é maior.

4-       Qual a consequência da infecção simultânea pelos vírus HIV e HPV?
Resposta: A incidência do HPV em pacientes HIV vem aumentando nos últimos anos principalmente quando os pacientes apresentam níveis de anticorpos chamados TCD4 abaixo de 500/uL. O vírus do HIV sede uma proteína que parece aumentar a infectividade do HPV. A incidência de câncer, por exemplo o anal, aumenta quando a infecção é simultânea do HIV e HPV.

5-       Quantos tipos de vírus existem?
Resposta: Existem mas de 200 tipos virais, sendo que 40 desses infectam a região anogenital.

6-       Quais os tipos cancerígenos?
Resposta:
Tipos de alto risco: 16, 18, 31 e 45
Comentário: Esses foram os tipos mas frequentemente isolados nos pacientes com Câncer anal.



7-       Qual o risco de contrair o HPV?
Resposta: Baixo risco
Comentário: Em 90% dos casos os vírus são destruídos pelos seus anticorpos e não reproduzem a doença clinica ( Verrugas ) que ocorre em 10% dos pacientes contaminados.

8-       Quais regiões os vírus poderão acometer?
Resposta: Poderá acometer a mucosa retal e uretra peniana, canal anal, a pele das regiões perianal e da virilha.

9-       A associação das partes contaminadas se da com frequência na sua experiência?
Resposta: Esse tipo de contaminação foi mas frequente em mulheres e a anal geralmente foi secundaria a genital
10-Na sua clinica em que tipo de pratica sexual o HPV foi mais frequente ?
      Reposta: Em homens que praticam   o sexo anal com outros homens.
       Comentário: Tenho observado na minha clinica, que nos pacientes com HIV as verrugas estavam localizadas dentro do canal anal em mas da metade dos casos e em muitos destes casos essas verrugas não foram diagnosticadas e tratadas em outras clinicas. Lembrar que essa observação é de grande importância clinica pelo fato do câncer anal tem uma frequência maior nos pacientes com HPV e HIV.

11-Quais as formas de apresentação clinica da doença?
Resposta: As verrugas de coloração esbranquiçada únicas ou múltiplas e de superfície rugosa foi a forma de apresencao clinica mas frequente da infecção pelo HPV, mas poderá aparecer na forma de manchas avermelhadas e mas raramente na forma infecciosa como uma fístula.

12-Como detectar o vírus na doença assintomática?
Resposta: Tenho realizado a  anuscopia de alta resolução associada ou não a citologia oncótica.

13-Retirei as verrugas há dois meses e no momento estou com muita coceira o que devo fazer?
Resposta: A coceira ou prurido anal em quem já retirou as verrugas poderá ser um sintoma indicativo de infecção assintomática da doença. Casos como o seu eu faço uma anuscopia que se negativa para HPV, solicito a colposcopia anal.

14-Tratei as verrugas dentro do ânus com pomada o que não resolveu e estou com muita dor as evacuações e sangramento, qual a sua orientação?
Resposta: Você poderá esta com um estreitamento anal consequente a cicatrização da  cirúrgica realizada.
Comentário: Se o grau de estreitamento for leve a moderado eu primeiro tento sessões de dilatação anal com instrumento adequado associado a uma dieta rica em fibras. No estreitamento severo eu prefiro a cirurgia com o laser.
15-Fui operado de um grande condiloma anal que o medico diagnosticou como acuminado há quatro meses e fiquei com um estreitamento anal severo que o medico optou pelo tratamento clinico, esta correto?
Resposta: O estreitamento anal decorrente de uma cirurgia , geralmente é por cicatriz. Um exame clinico através do toque, já diferenciará se o estreitamento é por cicatriz ou por hipertonia do músculo esfíncter anal. No músculo contraído, pomadas especificas poderão resolver, porém se houver cicatriz ou uma fissura associada, passará a ser de tratamento cirúrgico.




16-Estou com fissura anal e verrugas posso fazer o tratamento com o laser das duas doenças?
Resposta: Tenho feito as duas cirurgias ao mesmo tempo. O detalhe é que atualmente tenho tratado as verrugas usando simultaneamente o laser e a anuscopia de alta – resolução.  A fissura anal de tratamento cirúrgico é a crônica e consiste em diminuir a pressão do esfíncter anal interno que eu prefiro fazer através de uma pequena incisão feita lateralmente a abertura anal o que tornará a cirurgia menos agressiva e a recuperação menos dolorida para os pacientes no pós-operatório.

17-Retirei as verrugas perianais e de grandes lábios da vagina posso ter relação sem risco de contaminar o meu parceiro?
Resposta: Se você fez um bom controle e não apresenta as verrugas poderá ter a relação e se surgir alguma duvida use a camisinha.
Comentário: Já tive vários pacientes para os quais o medico proibiu a relação anal para sempre. Não penso assim e acho que o objetivo do tratamento será de fazer o paciente retornar a sua vida normal.

18-Estou com condiloma acuminado inclusive com acometimento das virilhas, poderei retira-los em uma sessão com o laser?
Resposta: Já tratei de casos como o seu que representam a minoria. Em todos os casos eu retirei todas as verrugas em uma sessão, porem tem cirurgiões que realizam a retirada em duas sessões. Em casos como o seu eu tenho associado antibióticos por via oral.

19-Qual a consequência da infecção simultânea pelos vírus HIV e HPV?
Resposta: A incidência do HPV em pacientes HIV vem aumentando nos últimos anos principalmente quando os pacientes apresentam níveis de anticorpos chamados TCD4 abaixo de 500/uL. O vírus do HIV sede uma proteína que parece aumentar a infectividade do HPV. A incidência de câncer, por exemplo o anal, aumenta quando a infecção é simultânea do HIV e HPV.


20-Tenho verrugas perianais e em mucosa vaginal posso tratar simultaneamente com o laser?
Resposta: Sem nenhum problema. Primeiro eu retiro as verrugas da mucosa vaginal e posteriormente as perianais.

21-O doutor já teve pacientes com hpv na boca?
Resposta: A contaminação fora da região genital é mas rara. Na boca a concentração do vírus é muito baixa para causar a doença, porem eu acho que para os parceiros recentes ou é melhor usar a camisinha para o sexo oral.

22-Doutor percebi algumas verruguinhas próximas ao ânus e morro de vergonha de ir ao medico, por favor me oriente?
Resposta: Muitos pacientes morrem de vergonha de ir ao medico, principalmente se o medico for um proctologista e a doença for uma DST. O medico tem de entender, tranquilizar e esta junto do paciente para diagnosticar e tratar a doença.
Possivelmente você tem o HPV perianal que poderá ser diagnosticado e tratado com tranquilidade.
Comentário: Essa vergonha de ir ao medico só será benéfica para o HPV e com certeza atrasará em muito o seu tratamento.
 
23-Realizei a retirada das verrugas anais e não consigo ter relação pela dor e sangramento, o que acontece?
Resposta: Casos como o seu na minha experiência foram causados por uma pequena fissura chamada de residual que é consequente a cicatrização da cirurgia anterior. Geralmente essa fissura está associada a um esfíncter anal hipertônico e a um estreitamento da cirurgia anterior. A qualidade de vida fica comprometida e a  relação passiva fica quase impossível, razão pela eu indico tratamento cirúrgico.

24-Doutor qual o resultado do tratamento com pomadas do HPV?
Resposta: Trabalho recente com o uso das pomadas nas verrugas concluiu que houve regressão total em 46% dos casos e diminuição do tamanho e numero em 33% que foram tratados pela cirurgia.

31-  A anuscopia de alta resolução poderá ajudar no tratamento das verrugas e na doença  assintomática?
Resposta: A principal forma de apresentação clinica da doença é assintomática. Durante o exame microscópico, são usados corantes que detectam os vírus na camada basal da pele, como áreas esbranquiçadas. As maiores poderão ser tratados com imunomoduladores, e as menores com o  laser. As verrugas maiores eu tenho tratado com o laser e as menores ou minúsculas eu detecto com o microscópio e na mesma hora já elimino com o laser.

32-Tenho uma verruga somente no freio do pênis, será possível tira-la e manter a pele que cobre a glande, e tem algum risco?
Resposta: O freio do pênis é formado por tecido, vasos e nervos. Quando se dá uma ereção, esse ligamento traciona a ponta da glande para baixo, estirando o nervo do freio, determinando a dor. Muitos pacientes me pediram para retira-lo juntamente com a verruga, por apresentarem dor durante a relação e alguns até sangramento. A cirurgia é relativamente simples e feita sob anestesia local e o laser.
Comentário: O resultado da cirurgia deverá ser estético e funcional. Os pacientes que operei com o laser referiram uma vida sexual normal após o procedimento. O cuidado que tive durante a retirada do freio é que a uretra está abaixo do freio e se deve ter o cuidado de não aprofundar o plano de clivagem cirúrgico para não lesa-la.

33- Tenho Hpv juntamente com excesso de pele que cobre a cabeça do pênis, preciso retirar o excesso de pele?
Resposta: A pele criará um meio propicio para multiplicação dos vírus, e a retirada do excesso de pele diminui o numero ou a carga de vírus no local, o que contribuirá para uma menor possibilidade de retorno ou recidiva do HPV. Eu sempre retiro o excesso de pele com o laser e sob anestesia local.
34- Tenho hemorroida interna, tenho sangramento, realizei a anuscopia e deram verrugas, preciso retirar as hemorroidas?
Resposta: Casos como o seu eu atendo frequentemente na minha clinica. Eu prefiro tratar as hemorroidas com a ligadura elástica associada ou não ao laser e com este retirar as verrugas do canal anal ereto. As hemorroidas que deveram ser retiradas são as internas de terceiro ou de quarto grau. Eu sigo o principio em proctologia de realizar sempre que possível o procedimento menos agressivo e sempre gosto que os pacientes leiam um guia, escrito por mim com todas as orientações pós-operatórios.

35- Realizei a retirada de verrugas na pele perianal, e no momento estou com uma coceira insuportável na pele e drenagem de uma secreção esbranquiçada, o senhor acha que estou com HPV?
Resposta: Os sintomas referidos, geralmente são indicativos de possível recidiva do HPV.  Casos como o seu eu prefiro fazer uma anuscopia de alta-resolução para detectar o HPV dentro da pele que dá a coceira por você referida e realizar o tratamento com pomadas adequadas.

36- O meu namorado retirou verrugas do pênis, mas tem com frequência coceira e um excesso de pele, queria a sua orientação, tenho risco de ser contaminada?
Resposta: Acho que a melhor conduta será retirar o excesso de pele, que facilita a recidiva da doença e fazer uma analise endoscópica da uretra que poderá conter o vírus.




37- Tenho uma relação de 2 anos, estável, sou monogâmico e estou com verrugas na pele perianal. No meu namorado estive observando e não vi nenhuma verruga, será possível ele ter me contaminado?
Resposta: Entenda que a principal forma de apresentação do HPV é a assintomática, sem verrugas, os vírus moram na camada mais profunda da pele, ou poderá esta na uretra do seu parceiro, que deverá ser investigada pela peniscopia.

38 - Apareceu no pênis do meu namorado uma pequena verruga que parece crescer lentamente  ou um excesso de pele ..... não sei ao certo.
Mas meu namorado diz que não dói, e que ele percebeu que essa verruga nasceu, depois de uma vez que tivemos relação sexual sem camisinha e machucou e nesse mesmo local deu a verruga. Será possível um machucadinho virar uma verruga?
Resposta: Uma verruga indica possível infecção pelo vírus do hpv e um machucado não se transformará em uma verruga. Como apareceu após o inicio da relação sem camisinha, você deverá ser examinada e solicitado exames específicos para detectar o hpv. Se confirmada a verruga, a conduta que faço na minha clinica será a sua retirada com o laser juntamente com a analise pela anuscopia de alta- resolução.

39- Verrugas na região intima sempre é hpv?
Resposta: Nem sempre será hpv. Um medico experiente somente pelo exame clinico local já confirmará ou não o diagnostico de hpv.


40- Boa tarde Doutor! Me chamo Gu e fui diagnosticado com Hpv na região anal, sou homossexual mas minha família não sabe que sou e nem aparento para não chamar a atenção. Tenho 20 anos e estou com muito medo dessa doença pois comecei a me tratar fiz uma cauterização para a retirada de algumas verrugas externas e meu medico falou que terei de fazer outra cirurgia para retirar as verrugas internas, mas ele não foi muito profissional comigo, pois passou apenas uma pomada e um antiinflamatório, e não me deu nenhuma dica de como se alimentar melhor, pois estou com muita dificuldade de utilizar o banheiro, e gostaria de continuar, mas com uma outra abordagem de  tratamento. Queria saber como faço para marcar uma consulta na sua clinica?


Resposta:
Esteja o HPV em qualquer localização, o seu tratamento deverá ter sempre a mesma abordagem.  A minha atualmente é a retirada das verrugas internas e externas e acompanhamento com microscopia de alta-resolução para detectar os vírus dentro da pele e combater com imunomodulador. Eu tenho feito todo o protocolo no mesmo tempo. Acho melhor combater ou tratar as verrugas internas no mesmo tempo, porque as vezes, e principalmente nos pacientes HIV positivo as verrugas poderão aumentar muito e comprometer o resultado do tratamento. Considero sempre o aspecto emocional e psicológico dos pacientes que optam pelo tratamento que os livre o mais rápido possível das verrugas, para poderem retomar as suas vidas. Para marcação da consulta, você poderá ligar na minha clinica.

41- Eu gostaria de marcar uma consulta e por considerar que os tratamentos até aqui realizados para o HPV anal, não foram eficientes, queria partir para o tratamento com o laser. Estarei em SP no próximo mês e se possível já chegar agendado para a consulta e procedimento, será possível?
Resposta: Eu teria de examina-lo antes para uma confirmação diagnostica e fazer uma estratégia de tratamento adequada para o seu caso.

42- olá dr!
tenho uma duvida que esta me deixando louca ...... fiz um exame e constou que tenho hpv perianal, então o médico me indicou uma cauterização perianal, e realmente não tinha nenhuma verruga na vagina e depois que o médico já tinha passado a cauterização notei que apareceu uma verruguinha na vagina e agora? Quando fizer a cirurgia será que os cirurgiões vão exterminar só anal ou eles vão ver que tem alguma coisa na minha vagina? Porque acho que não adiantaria nada se removesse só as anais ou estou errada?
Resposta: Casos como o seu eu trato com o laser as verrugas anais e vaginais, que geralmente estavam presentes nos grandes lábios. Essa será com certeza a forma correta de tratamento.

43- Presado Dr. Paulo,
Sou também médico, aqui em SP e suspeito que estou com HPV / condiloma intra-anal, apenas pelo exame digital de exploração. Acredito tratar-se de 2 pequenas lesões. Fiz uma pesquisa e percebi que você é experiente com o publico G, e portanto trabalha de maneira discreta. Vi em minhas pesquisas que talvez o tratamento das lesões intra-anais com lazer de CO2 é o mais indicado. Queria ser tratado na sua clinica e não queria ir para hospital, entende?
Resposta: Entendo. O meu protocolo de tratamento para o hpv, que inclui o laser seguido da anuscopia de alta resolução poderá ser feito na clinica. Fica tranquilo. Os meus pacientes com o hpv, geralmente me cobram a discrição.

44- Acredito que possua HPV 6/11. Possuo uma lesão bem pequena no pênis e estou tratando com pomada. Gostaria de saber se, com esse tratamento, estarei livre do vírus do HPV e se poderei manter relações sem camisinha. Um abraço.
Resposta: O diagnostico da tipagem do HPV, será feito por exames da biologia molecular, através da analise tecidual. Entenda que essa doença é crônica, não tem cura, mas poderá ser controlada, de modo que você poderá ter uma vida sexual normal, seguindo as mesmas regras do sexo seguro seguido pela  população geral.

45- Moro no Rj e estou com verruguinhas na entrada do ânus, porem tenho vergonha de consultar um medico aqui na cidade, o senhor teria algum medico proctologista no Rio de Janeiro que tenha um atendimento sem preconceito gls como o senhor?
Resposta: E difícil um atendimento aberto, quando se fala sobre sexo e principalmente para a comunidade LGBT.  Como eu tenho um blog que fala de diversos temas relacionados com o publico, passei a não ter dificuldades durante as consultas. Infelizmente não tem uma clinica na sua cidade, focada no publico, como a nossa em SP.

46- Olá. Eu moro em Curitiba e não sei onde encontrar clinicas que tratem hpv com laser. É possível uma indicação de algum eventual parceiro/clinica amiga. Grato.
Resposta: Uma clinica amiga, para tratar doenças proctologicas e difícil, e para tratar as verruguinhas com o laser é praticamente impossível.

47- Oi  doutor,
Eu estou com hpv, inclusive irei fazer  o tratamento com o laser na sua clinica. Mas eu gostaria de saber se realizando esse procedimento eu elimino o hpv do meu corpo para sempre?
Resposta: Essa doença é crônica, não tem cura e continuará com os vírus sobre o controle medico e da sua imunologia.

48- Boa noite Dr. Paulo. Me chamo Laís, tenho 24 anos e sei que o senhor deve receber muitos e-mails por dia, mas vou aguardar uma resposta ansiosa! Sempre realizo minhas consultas ao ginecologista periodicamente, e , em abril deste ano, descobri que tinha HPV. Fiz a cauterização na região anal e estou me recuperando bem. Entretanto, como preciso me examinar para cuidar e tratar do pós da cauterização, notei que tenho duas pelinhas na região que nunca me causaram dor nem sangramento, e acredito que sejam plicomas. Esteticamente, estão me incomodando muito. Li muitos artigos seus na internet e gostaria de saber como posso marcar uma avaliação sua para o acompanhamento do hpv e retirada dos plicomas. Como tenho certeza que o senhor não atendi convênios, ou ao menos o meu, gostaria de saber quanto sairia uma consulta?
Resposta: Essa pelinha incomoda muita gente e não é só a você. Além de comprometer a estética, dificulta a higiene e poderá ser irritada por detritos de fezes que poderão ficar nas suas dobrinhas, causando a dermatite, caracterizada clinicamente por uma  coceira no local.


49- Prezado Dr. Paulo.
Fiz cirurgia anorretal para retirada das verrugas provocadas pelo HPV em 25/03/2013. Segundo minha médica, eram várias as lesões. Passei muito aperto nas primeiras semanas, e o desconforto e sangramento ao evacuar acontecem até hoje, 51 dias após a cirurgia. Minha médica tem me consultado a cada 20 dias, e na ultima consulta ela verificou uma infecção, por isso antes a dor era intensa, estou tomando antibiótico e antiinflamatorio, mas essa recuperação é demorada assim mesmo? Ainda tem saído secreção do ânus, ela só vai parar quando a cirurgia cicatrizar? E após a cicatrização, o que pode ser feito para essas verrugas não aparecerem novamente?  Estou tomando a vacina, já tomei a primeira dose.
Resposta: Entenda que a vacina, não trata as verrugas, mas sim diminui o numero de vírus do seu corpo. Casos como o seu, eu prefiro fazer uma analise endoscópica na parte interna do canal anal para confirmar ou excluir o HPV. Os sintomas geralmente desaparecem com a cicatrização das feridas cirúrgicas. As vezes o processo é muito demorado, razão pela qual eu prefiro medicar pomadas de manipulação na tentativa de acelerar a cicatrização.


50- Doutor, sou homem, nunca tive relação anal, pois sou heterossexual, mais a três semanas atrás próximo ao ânus apareceu uma verruga, o que pode ser e como foi contraído?
Resposta: As verrugas poderão ser contraídas por outros meios que não o sexual, manipulação, brinquedos, secreções e sauna, porem na maioria dos casos será pela via sexual.